segunda-feira, 17 de março de 2014

1º dia - 01/03/2013 - Blumenau/SC - Cruz Alta/RS - 664 Kms

Acho que para qualquer pessoa que sai para uma viagem, a véspera é o dia que mais demora a passar. Neste dia, eu pelo menos, fico preocupado com um monte de coisas. Confesso que, conferi mais de 3x durante a semana o meu check list. Para me certificar de que todos os equipamentos e principalmente os documentos necessários, estavam colocados no baú.

E na noite anterior, eu conferi tudo de novo... rsrss. Detalhe, meu baú estava pronto a mais de uma semana. Na noite anterior, já estava tudo na moto. Sábado foi só acordar, tomar um café e partir.
Eu e a Sara. Ops, ainda não falei dela. A Sara é minha namorada e me acompanhou na viagem. Foi a primeira viagem grande dela. Já tinhamos ido para  Cambará do Sul, Curitiba, etc. Porém, 3.400 kms era a primeira vez. Sem contar os 10 dias que ficariamos na estrada. Mais para frente falo mais dela.
Quilometragem inicial da viagem
Voltando a manhã da partida. Nós dois não conseguimos dormir direito. E as 03:30 já estávamos acordados. Tomamos um café com meus pais, colocamos os equipamentos de segurança e, pontualmente as 05:00 saimos de Blumenau. Era uma manhã com temperatura amena. Em torno dos 25°. Partimos, com objetivo de fazermos a primeira parada em Pouso Redondo. 

Saída de Blumenau as 05:00 do dia 01/03/2014

Chegamos no Posto Mime de Pouso Redondo. E nesta altura, a temperatura havia caido bastante. Estava na casa dos 11°. O jeito foi parar e vestir a parte de cima da segunda pele. Senão não daria para aguentar...
De lá, fizemos uma breve parada em Lages. E depois, na divisa dos Estados. De Santa Catarina e Rio Grande do Sul. Essa era a primeira "fronteira" que cruzaríamos. "A Porteira do Rio Grande". Nesta altura da viagem, a temperatura já subia um pouco. Porém, ainda mantivemos a segunda pele.
Na porteira do RS - Vacaria RS
Já em Vacaria, paramos para um abastecimento e um café. Bateu uma fome que eu detonei 2 pastéis. rsrsrs. De lá seguimos em direção a Lagoa Vermelha e Passo Fundo. Após passarmos por Lagoa Vermelha, havia uma obra na estrada que nos deixaria parado por alguns minutos. Aproveitamos para encostar numa "lancheria" (como dizem no RS), e tomarmos uma água.
Para constar: Na BR-116, havia um pedágio que está desativado. E depois na RS-285, saindo de Vacaria havia outro pedágio, que também está desativado.

Chegamos em Passo Fundo na hora do almoço. Paramos para almoçar no restaurante Panôramico. Fica bem na entrada da cidade. Haviam alguns motociclistas no local, e mais alguns chegaram logo após de nós. A maioria tinha também como destino o Uruguai. Conversamos com alguns deles, almoçamos e seguimos viagem.
Parada para Almoço no Restaurante Grill Hall Panorâmico - Passo Fundo RS

O dia estava ameno, um pouco nublado mas não havia cara de que ia chover. As estradas depois de Passo Fundo estão um pouco remendadas, mas nada grave. A paisagem sempre é bem parecida. Muitas plantações de soja. Nada de muito diferente para avistar.
De Passo Fundo, tocamos direto até Cruz Alta. Lá já fazia um pouco de calor e chegando lá por volta das 15 horas. Deu tempo para descansar um pouco. fomos direto para a casa da minha Tia Terezinha. Que nos aguardava com seus dois netos: Henrique e Ricardo.
Aproveitei a ocasião para visitar o túmulo da minha avó que faleceu em 2010. Depois fomos até o monumento de Nossa Senhora de Fátima, padroeira da cidade e que todos os anos no mês de outubro. Recebe mais de 100.000 fiéis para a festa da padroeira.
Cruz Alta é a cidade onde morei por praticamente toda a minha infância. Morei lá até os meus 16 anos. De lá fui para Guaporé e em seguida para Blumenau. Mas isso é conversa pra outra hora. Vamos voltar à viagem.


Entrada de Cruz Alta 



A noite minhas primas Jaqueline e Ana Paula vieram com seus maridos: Rômulo e Odinei. O Odinei fez um belo churrasco e a minha tia, sabendo da minha apreciação pela sua lasanha. Fez uma! Com massa caseira, coisa que não estamos acostumados por aqui. 

Fora a família, recebi a visita de um grande amigo meu. O Júlio. Meu amigo desde os 2 anos (faz tempo isso... kkk). Foi muito bom rever os amigos e a família. Era o primeiro dia de viagem, e ainda nos sentíamos em nossas casas.
Meu grande Amigo Júlio
Minha Tia Terezinha, Ricardo e Henrique. Seus netos.
Da Esquerda para a Direita: Ricardo, Odinei, Jaqueline, Rômulo, Henrique, Ana Paula, Antonela (na barriga da Ana) e Tia Terezinha.

Haviam outros lugares e amigos para visitarmos na cidade. Porém, o tempo era curto e havia um cronograma a ser seguido. Tinhamos que dormir para no outro dia acordarmos e seguirmos rumo a segunda fronteira da viagem. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário