terça-feira, 10 de fevereiro de 2015

Dia 09 - San Pedro de Atacama X Iquique - 490 kms


Saímos de san pedro depois das 08:00. Tempo bastante nublado ainda. Na saída de san pedro, uma paisagem linda. Montanhas desérticas com tons de vermelho muito bonitos. Logo em seguida, começamos a subir, subir e subir, chegando a mais de 4.000 metros novamente. E com isso, muito frio. Na casa dos 8º. Nossa primeira parada foi 20 kms depois de sairmos, pois estava todo mundo congelando. 
Passamos por lindas curvas e um sobe e desce grande. Eu cuidando da velocidade por causa dos carabineros que fui alertado. Mantive uma média de 110 km/h (ainda acima dos 100 permitidos), porém, tentei não me exceder disso. 
No caminho uma grande fazenda éolica nos fez parar. Varias fotos e seguimos. Nosso primeiro abastecimento foi em Calama. O meu primeiro no Chile. Em san pedro, comprei 4 litros que o Alencar carregava. O Chile já sente os efeitos da baixa do barril de petróleo. Tinha sido avisado que a gasolina custava algo em torno de $900 pesos (equivalente a 4 reais), porém, estamos pagando em torno de 690 pesos. Muito bom! Notamos que na altitude as médias melhoraram. A tenere chegou a fazer 20km/L. E as 800 na faixa de 23. 
Muito deserto e várias ex vilas de mineradoras abandonadas pelo caminho. Paramos num posto de controle aduaneiro próximo ao meio dia. E ao lado fizemos um lanche. Muito gostoso e barato. 
Este trecho da viagem é bastante inóspito. Sem casas ou povoados. Apenas muitas caminhonetes e caminhões das mineradoras da região. 
Paramos no povoado de Victoria. Um posto meia boca era o que tinha. Um bar antigo decorado com coisas tão antigas quanto o bar completavam o conjunto. Neste bar, clássicos do rock tocavam. É uma senhora muito animada nós recebemos. Apenas usamos o banheiro a 300 pesos cada e seguimos. Tínhamos um destino muito legal ainda. 
Chegamos a cidade fantasma de HUMBERSTONE. Nossa, foi incrível. Tinha um sonho de conhecer aquele lugar a muito tempo. Humberstone era uma cidade e fabrica de salitre. Nela viveram mais de 3.000 pessoas. Foi abandonada nos anos 60 pelos últimos moradores. Impressionante o tamanho e quanta coisa tem la. É uma cidade completa, com escolas, hospital, lojas, etc. Ouvimos algumas lendas sobre fantasmas que andam por lá a noite. E sobre uma chacina que aconteceu na escola (esta verídica), com mais de 200 mortes. 
Seguimos para iquique. A pouco mais de 50 kms. Saímos da entrada principal e descemos um caminho chamado El toro. Onde vc desce uma linda serra no meio do deserto.
A primeira vista, iquique nos pareceu uma cidade suja e desorganizada. Porém, mal sabíamos que estávamos entrando pela periferia e que logo apos desceríamos pela montanha um belo caminho com a cidade costeira nos esperando lá embaixo. 
Iquique é uma cidade portuária, porém muito bonita, tem um "paseo" com vários casarões antigos e muita história. Nos hospedamos num hotel num desses casarões. Queriamos ir a zona franca, porém estável fechado. Andamos pelo paseo e jantamos na rua, a luz das arandelas do centro histórico. Incrível!!!




Um comentário: