terça-feira, 10 de fevereiro de 2015

Dia 10 - Iquique - 0km


O dia começou mais tarde. Nosso plano era ir na zona franca de iquique e depois seguir até antofagasta. Porém, a ZOFRI só abre as 10:00. Pegamos um táxi e chegando lá descobrimos que só abre as 11:00. A ZOFRI é um grande shopping com preços bastante bons. Tem de tudo mesmo. De perfumes importados a ferramentas, eletrônicos, etc.
Como era meu aniversário, ganhei da sara um par de óculos novos. Muito bonitos. O tempo foi passando e quando vimos já era tarde para pegar a estrada. Também pudera, aquele lugar é gigante e tem muita coisa a preços bons em alguns segmentos. Almoçamos por lá e decidimos ficar mais uma noite em iquique. Pegamos um taxi de volta para o hotel e quando chegamos lá. O dono não nos deixou entrar nos quartos. Disse que tinha colocado minhas coisas no corredor porque eu não havia avisado que ficaríamos mais uma noite e ele tinha alugado o nosso quarto. Ficamos bastante assustados, porém depois entendemos que ele tinha colocado nossas coisas no quarto do Gilmar. 
Felizmente ele prontamente nos conseguiu outro hotel, hotel que não tinha garagem e ele deixou que as motos ficassem lá e que viéssemos no dia seguinte tomar café lá. 
Fomos para o novo hotel, o dono do hotel ainda levou baus, jaquetas e as meninas de certo. Gilmar, Alencar e eu fomos a pé. Rimos muito do acontecido e até gostamos do novo hotel. Uma grande casa histórica com direito a banheira no quarto e tudo. Depois posto detalhes deste  hotel. Fomos recebidos pelo proprietário, senhor Jaime. Muito simpático, conversamos bastante e treinei meu espanhol. 
Fomos contemplar o belo pôr do sol no Pacífico, na volta passamos pela praça principal e conhecemos o antigo cassino espanhol. Erguido a mais de 100 anos ainda preserva todas suas pinturas a mão nas paredes e no teto, porém hoje funciona um restaurante no local. Depois jantamos e Bora dormir que no dia seguinte tinha mais. 

8 comentários:

  1. Este comentário foi removido por um administrador do blog.

    ResponderExcluir
  2. CARAMBA, Esta viagem deve estar dando agua na boca de muita gente, eu ja me afoguei umas 15 vezes. abraços a todos.

    ResponderExcluir
  3. Diguh, obrigado pela correção, fico feliz em saber que tem alguém lendo o que eu escrevo... kkkk

    ResponderExcluir
  4. Amigo, parabéns pela viagem! Estou partindo em Março, mas minha moto está alienada.. sabe se pedem (ou pediram) realmente aquela autorização do banco?? Valeu!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado Anderson! Com relação à permissão para sair do país, é necessário sim. Este documento é pedido nas aduanas para imigração e importação temporária da moto.

      Excluir
  5. Estou agora em San Pedro... passei pelas adiamos da Argentina e Chile apenas com o documento da moto alienada mas em meu nome é o passaporte...dependesse de sua dica eu estaria em casa chorando e vendo TV agora...

    ResponderExcluir
  6. Senhor Anonimo!!!

    Primeiramente, se for para criticar, dispenso quaisquer postagens. Com relação "as minhas dicas", como se refere, não são dicas e sim, documentos que, se você pesquisar na internet, os consulados exigem. Realmente, as aduanas não conferem direito a documentação, porém, se conferirem, acredito que você possa ter problemas.
    Agora, ficar em casa, apenas por falta de um documento, comprova que o senhor é uma pessoa que fica amarrada no sofá e não sabe ir atrás das coisas. A autorização para sair do país com veículo alienado é gratuita e basta pedir para a financeira que fizesse a compra. Inclusive, na aduana do Chile, pediram da moto do Gilmar que viajava junto. Desse sorte meu caro, e espero que continue com tamanha sorte!!! Aproveita e joga na mega sena quando chegar no Brasil.

    ResponderExcluir