domingo, 14 de fevereiro de 2016

Gastos de Viagem - Ushuaia 2016

Mais uma vez juntei algumas informações que podem ajudar quem pensa em conhecer o Ushuaia e a região da Patagônia. Segue abaixo:

COMBUSTÍVEL


  • 11.731 Km rodados
  • 56 abastecimentos
  • 694 litros consumidos
  • R$2.322,22 gastos (ou U$558,00)
  • Média Geral: 16,89 Km/L
  • Pior Média: 14,29 Km/L 
  • Melhor Média: 20,97 Km/L

Na Argentina, a gasolina custa em média 13 a 15 pesos na região da provincia de Buenos Aires, mas ao sul, na Patagônia, este valor cai para em média 10,33 pesos por litro. Se fizer um bom câmbio paralelo e comprar pesos argentinos por em média R$0,25, na Patagonia a gasolina custa pouco mais de R$2,50. No Chile só abastecemos em duas cidades e o preço é o equivalente a R$4,20. Recomendo levar um galão de emergência ou comprar pelo caminho, principalmente se sua moto tiver tanques entre 16 e 19 litros. É comum haver falta de gasolina em alguns lugares e o galão pode te salvar de um grande problema.


GASTOS COM HOTEL


De maneira geral, ficamos só em bons hotéis, fiquei com uma avaliação bastante positiva dos hotéis que ficamos. Inclusive por não terem aquele café da manhã típico argentino, apenas com media Luna e café. Abaixo um resumo com os hotéis, preços e comentários gerais.



GASTOS COM ALIMENTAÇÃO

Não anotei quanto gastamos em alimentação. Mas de maneira geral comemos bem e com  preços dentro do que já havíamos pago anteriormente. Na Argentina come-se bem e com preços justos. Já no Chile é mais caro. Uma Coca Cola por exemplo no Chile, custava o equivalente a R$10,00. Mas comemos muitos bifes de chorizo, empanadas e pastas deliciosas. Sem contar na Centolla em Ushuaia (essa bem cara). Enfim, aproveitamos muito.

GASTOS GERAIS

Em 21 dias, para duas pessoas, gastamos algo em torno de R$13.000,00 não contando as manutenções que eu fiz na moto. Vale lembrar que fiz praticamente todo o cambio aqui no Brasil a um preço bastante bom. Isso aliviou muito os custos. Trocar reais aqui no Brasil por dólares e lá trocar por pesos não vale a pena. Recomendo que faça o cambio antes e de preferencia no mercado paralelo onde a cotação é bem melhor.



6 comentários:

  1. Legal sua iniciativa , tenho programação de fazer esta viagem até 2018. Sua informações foram bem detalhadas e dão uma ideia dos gastos .... Bora lá viajar !!!

    ResponderExcluir
  2. Parabéns. Resumido e fácil entendimento.

    ResponderExcluir
  3. Olá Patrick, eu sou o Paulo Tonetto marido da Nanci que casaram no mesmo dia que você e a Sara. Estivemos juntos em San Pedro no dia 07/02/2015. Gostaríamos de saber com vcs estão. Pelas fotos vcs continuam curtindo bastante, só que vcs se adiantaram um pouco em relação a nós, pois estivemos em Ushuaia quando fizemos 25 anos de casados. Um grande abraço a vcs e muitas felicidades.

    ResponderExcluir
  4. Olá Patrick. Parabéns por essa super viagem e pela disposição em compartilhar conosco todos esses detalhes. Fiquei com uma dúvida: quando você diz que "...fiz praticamente todo o cambio aqui no Brasil...Trocar reais aqui no Brasil por dólares e lá trocar por pesos não vale a pena. Recomendo que faça o cambio antes e de preferencia no mercado paralelo onde a cotação é bem melhor". Qual a diferença? O que você quer dizer aqui é que você comprou pesos no Brasil? Abraço

    ResponderExcluir